Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO
image
frame
O Amor
Astrologia da Alma / 30 set 2021

O Amor

O Amor

Faça como eu. Ame e pronto. Eu não preciso de retorno.
Não preciso que me amem de volta.
Por isso o meu amor é incondicional.
Eu estou aqui, pronto para amar. Eu não imponho condições ao meu amor.
Não te amo Se...
Não te amo pelas
suas qualidades, consequentemente não deixo de gostar de você pelos seus defeitos.
Eu amo e pronto.
Porque o verdadeiro amor é aquele que sente.
Só. Ele só sente.
Ele não julga nem impõe condições.
Ele não espera nada em troca. Ele
se basta. Só o fato de amar, de sentir um amor imenso já faz de você uma pessoa melhor. E todos dizem que o amor tem que ser por alguém ou por alguma coisa.
Mas não. 

O amor, ele só é. Ele existe ou não existe. A pessoa vibra pelo amor ou não vibra pelo amor. 

E o vibrar pelo amor é uma das maiores conquistas da Alma, porque sendo a Alma amor, só quer dizer que a pessoa está vibrando pela sua Alma. 

E agora eu pergunto: como é que alguém, depois de séculos de desamor, isolamento, raiva, dor, revolta, omissão, vitimização, culpa, manipulação, ilusão, medo, como é que alguém depois de séculos de distanciamento da sua Alma, finalmente consegue senti-la, sentir o amor... 

E nesse instante raro, em vez de o fazer crescer, em vez de fazer vibrar o amor pleno em cada uma das suas células, em vez de aproveitar esse momento de intervenção sagrada para se aprimorar como energia, para por instantes se transformar no ser de Luz que é... 

Porque é que, ao sentir esse rasgo de inspiração divina que é o amor, não faz tudo o que está ao seu alcance para mantê-lo? Porque é que essa pessoa reduz tudo e projeta tudo numa outra pessoa? E se essa pessoa não corresponde, não ama de volta, ela pura e simplesmente mata esse amor? 

Reduz a cinzas?
Transforma em dor?
E mesmo que o amor persista por mil anos, a pessoa vai chorar por mil anos, ou enraivecer-se por mil anos... 

O amor, quando chega, e ele chega das mais variadas formas, é só para ser sentido. Não é para ser projetado em alguém e muito menos esse alguém tem a responsabilidade de o manter e alimentar. 

O amor pode crescer, tomar conta do mundo inteiro, só com a força da batida de um único coração. 

Desde que ele seja pleno. Desde que ele não espere retorno. 

Desde que ele vibre. Só. Vibre pelo amor, por essa substância mágica que foi dada ao ser humano a sentir, para que ele transforme a matéria numa experiência das mais altas vibrações. 

Mas para isso ele tem que dizer:
O amor é meu.
Este amor é meu.
É a minha conquista. É o somatório do meu entendimento, da minha consciência, da minha amplitude. Mantê-lo é o resultado da minha vontade. 

E não há ninguém neste mundo que o possa reduzir, magoar, apunhalar ou fazer ruir. 

E a partir do momento em que não depende de ninguém para manter vivo o fogo do seu peito, pode alimentá-lo por vidas e vidas cumprindo a missão de todo o ser humano que é a de trazer o Céu à Terra. 


Clique para saber o seu karma e ganhar uma meditação para o começar a limpar. Mais de 150.000 pessoas já começaram!

Quero Saber o meu Karma
Alexandra Solnado
Alexandra Solnado

Alex Solnado é a autora portuguesa na área da espiritualidade com maior projeção mundial. Como nunca foi religiosa, o seu desenvolvimento espiritual acabou por passar por outras vias. Estudou Astrologia Kármica, Ciência Esotérica e Meditação. Em Março de 2002 numa Meditação, Jesus apareceu. Disse que tinha muita coisa para dizer, se ela estava disposta a escrever. A partir daí começam as mensagens… até hoje.

Assinatura
Youtube