Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO
Karma e Vidas Passadas / 19 set 2019

Traumas de Infância

Todos os traumas da infância são explicados através da reencarnação.

O que significa esta frase?

 

A lembrança da dor na infância

Nós podemos lá atrás ter vivido 200 vidas, 500 vidas, as vidas que forem. Quando nós encarnamos de novo é ativado o véu do esquecimento. Esquecemos dessas vidas todas para começar tudo outra vez.

Só que, para podermos trabalhar o karma, o dharma, as memórias de vidas passadas, tanto as boas como as más, existem algumas coisas que devemos nos lembrar. Existem algumas memórias que terão que ser “desvendadas”, será retirado o véu do esquecimento para esses assuntos específicos. E é nesse contexto que a criança atrai situações violentas, difíceis. Para que a sua energia se lembre outra vez dessa dor do passado.

 

Traumas emocionais

Para quê isso? Fazer o ego se lembrar. Fazer com que o ser reviva essas emoções outra vez, independentemente da sua idade. E às vezes essa idade pode ser muito pequena...

E para quê? Porque uma vez ativada a emoção, uma vez que o ser se relembre do que sentia em outra vida, será muito mais fácil limpar, retirar, desfazer a memória.

E quando, em que época da vida da pessoa que essas memórias serão ativadas?

Na infância.

E porquê?

Por 2 motivos:

1 – Porque a infância é o período da vida da pessoa em que ela está mais próxima de onde veio, do estado entre-vidas.

2 – Porque ainda não se defende, ainda não intelectualizou a sua estadia na matéria, por isso pode passar pelas situações com a dimensão emocional mais ativa.

E para limpar memórias kármicas - de vidas passadas - precisamos das nossas emoções ativas.

 

Infância – Termômetro do Karma

Por isso tudo, a infância acaba sendo uma espécie de termômetro do que vamos ter que trabalhar nesta vida. Acaba sendo o “palco” onde os traumas vão se manifestar para que a dor lá de trás doa outra vez. Para limpar.

As crianças quando sofrem os traumas não sabem de nada disto. E a tendência é levarem esses traumas pela vida fora, sem solução.

Psicólogos, terapeutas, psiquiatras infantis, todos são chamados a intervir. Mas onde está a ferida é mesmo na energia. Tem que ser limpa não só a energia do trauma desta vida como a energia da memória do trauma da vida passada, que mora lá dentro e que a originou.

 

A “cor” do trauma

A criança, nessa tentativa vibratória de se “lembrar“ do karma, pode atrair traumas, violências - que curiosamente vão ter sempre a mesma frequência vibratória, o mesmo padrão, em última análise a mesma “cor” emocional entre si. E essa vai ser exatamente a “cor” que a pessoa já adulta vai ser chamada a tratar nesta vida.

Digamos que esse é o seu karma. Karma é uma dor de uma vida passada da qual não foi feito o luto. Uma dor imensa que provavelmente foi a causa da morte em outra vida. Essa dor não foi conscientizada. Não foi processada. Não foi drenada. E viajou centenas, às vezes milhares de séculos para nos encontrar de novo para poder ser chorada.

 

Como curar traumas de infância?

Todas as dores de infância podem ser curadas quando a pessoa, já adulta, compreende que teve que passar por aquela dor para que ela se libertasse do seu sistema energético porque habitava ali há muito tempo, às vezes há diversas vidas.

Se a pessoa se lembrasse das 200, 500 vidas não ia conseguir saber por onde tinha que começar, o que devia chorar primeiro. Não ia aguentar de tanta dor. Então o véu do esquecimento se encarrega de deixar na nossa memória energética só o que nós escolhemos limpar nesta vida.

-“Como, escolhemos? Eu não posso ter escolhido viver esta vida miserável que eu vivo!”

Pode sim. Quando a escolheu estava num nível de consciência elevado, onde a evolução era mais importante do que o prazer imediato e pessoal. E mais: você não escolheu “viver” essa vida a vida inteira. Você escolheu “se encontrar nessa situação e conseguir sair dela”.

O grande mestre das vidas passadas, o célebre psiquiatra americano, Dr. Brian Weiss, autor de um dos livros referência acerca do assunto, escreve que para quem não acredita nas vidas anteriores não há problema.

 

“Basta ir à infância.”

 

Convém estarmos atentos às coisas que as crianças atraem na infância. Porque independente de ir ou não a vidas passadas, ali já é um ótimo termômetro do que elas vão ter que trabalhar nesta vida.


Em que ponto está Sua Espiritualidade? Preparei um Quiz, um Teste, que responde ONDE você está na Espiritualidade. Venha fazer o Quiz.

Quero fazer o Quiz!
Alexandra Solnado
Alexandra Solnado

Alex Solnado é a autora portuguesa na área da espiritualidade com maior projeção mundial. Como nunca foi religiosa, o seu desenvolvimento espiritual acabou por passar por outras vias. Estudou Astrologia Kármica, Ciência Esotérica e Meditação. Em Março de 2002 numa Meditação, Jesus apareceu. Disse que tinha muita coisa para dizer, se ela estava disposta a escrever. A partir daí começam as mensagens… até hoje.

Assinatura

Youtube